Enviar lista por e-mail

Boleto Bancário

O boleto deve ser impresso após a finalização do pedido, pois não enviamos via correio.

A data de vencimento do boleto é de 5 dias corridos após o fechamento do pedido, após esta data ele perderá a validade. Na impossibilidade de imprimí-lo, faça o pagamento do boleto pelo Home Banking do seu banco. Para isso, utilize o código de barra localizado na parte superior esquerda da ficha de compensação do boleto. Não é possível pagar seu boleto atravéz de DOC, transferência e depósito para a conta indicada neste boleto.

Abaixo estão os prazos para confirmação de pagamento do seu pedido, de acordo com a forma de pagamento do boleto.
Pago em dinheiro no Banco Bradesco: 1 dia útil
Pago em dinheiro em outros Bancos: 2 dias úteis
Pago em cheque no Banco Bradesco:
- Cheque abaixo de R$ 300 = 2 dias úteis
- Cheque acima de R$ 300 = 1 dia útil.
Pago em cheque em outros Bancos: 5 dias úteis.

Encontre A Fremax

Point Map Endereço:
Rua: Anaburgo, 5.600
Joinville. SC - Brasil

28/12/2018

Quando é a hora de trocar os discos de freio?

Discos de freio são parte essencial para a segurança do seu veículo. Utilizar um disco muito desgastado pode comprometer a frenagem e causar sérios acidentes. Descubra agora alguns "sintomas" que mostram quando está na hora de trocar os seus discos de freio.


1. O carro vibra com o acionamento dos freios.

Um disco de freio muito gasto pode provocar empenamento e causar trepidações, quando em contato com a pastilha de freio, fazendo o carro vibrar nas frenagens.

Esses fenômenos acontecem por alguns motivos, um deles são as ondulações presentes na superfície da pista de frenagem, provenientes de aplicação incorreta, desgaste incorreto/ prematuro das pastilhas de freio, pastilhas de freio de má qualidade, uso em condições severas. Esta série de fatores, com o tempo, pode causar pequenas deformidades na estrutura do disco e é isso que fará a trepidação do carro acontecer.

É importante lembrar que discos empenados ou com trincas também farão o carro tremer quando tiver os freios acionados. Nestes casos, também é necessário fazer a troca.


2. Dificuldade para frear o veículo.

Por vezes acontece de faixas rebaixadas ou porosas se formarem com o tempo. Elas impedem que a pastilha tenha um contato perfeito com o disco e prejudicam as frenagens. Isso pode fazer a frenagem levar mais tempo para acontecer e, em alguns casos, é necessário até mesmo que o motorista aplica mais força no pedal. Este é um sério sinal de alerta e você precisa ficara atento.


3. Regra dos 40 mil quilômetros.

A cada 40 mil quilômetros rodados, recomenda-se que seja feita uma avaliação do sistema de freio, e seus periféricos, visando possíveis substituições. Considera-se que, muito provavelmente, os discos terão atingidos os limites de uso especificados pelo fabricante.

Nestes casos, não é recomendado que seja feita a retífica do disco, pois poderá comprometer sua estrutura, assim como sua eficiência de frenagem.

Uma dica para não precisar trocar os discos de freio com frequência e garantir frenagens eficientes, é sempre optar por discos de freio Fremax. No Brasil, só eles têm tecnologias de ponta e o padrão de montadora.

Clique aqui e conheça mais detalhes.

(47) 9 9196-2122